press to zoom
Do modelo na loja de tecidos para a criação fotografada na mesa de trabalho. Fotoensaio composto por
Do modelo na loja de tecidos para a criação fotografada na mesa de trabalho. Fotoensaio composto por

press to zoom
Tecido #3 (patchwork​)
Tecido #3 (patchwork​)

55,5%_ patrimônios do vivido​ 33,3%_ fragmentos viventes​ 16,1%_ coleta sensorial nos guardados​ 10,4%_ doces saudades

press to zoom

press to zoom
1/12

peles pedagógicas​

Pele-corpo.​

Fantasia, máscara ou o recheio de mim virado do avesso?​

Peles pedagógicas.​

No mostruário escolho, seleciono, misturo, transformo,
transpiro compartilhando tecidos-metáfora.​

Fazer-se professor, pensar-se professor. ​

Memórias e sonhos. Esperanças.​

No toque, sentidos se ampliam​

E remexem na intimidade da pele. Minha. Tua.​

De quem foi/está professor ou aluno.​

Provocações para seguir pensando ​

com as sensações entre os dedos.

Mirian Celeste Martins (outubro, 2010)

meus céus

Nuvens se movendo...

Leves pinceladas de aquarela

ou as pinceladas densas de El Greco...

Sol se pondo...

Brilhando até se esconder ou escondido?

Superando o que lhe cobre deixando sua cor espalhadas

ou apena deixando-se escurecer.

Para Damish, são dobradiças entre ceú e a terra.

E com Alfred Stieglitz foram eternizadas

e me fez conhecer e buscar outros artistas das nuvens.

Em Monte Alegre do Sul o céu sempre me encanta

E fotos vão além do registro, como uma ode a Deus,

à estesia que nos dá a ver a nossa pequenez frente ao universo

Inexplicável! 

Mirian Celeste Martins (janeiro, 2021)

Para Hubert Damisch, a /nuvem/ funciona como uma espécie de dobradiça“[...] em relação ao céu e à terra, entre aqui e lá, entre um mundo que obedece às próprias leis e um espaço divino que não pode ser conhecido por nenhuma ciência”. Nuvem dobradiça. Como os bichos de Lygia Clark que convidam a novas dobras? A outros desenhos?

 

(apudALPHEN, 2006, p. 96)

Livro - Pensar juntos

colagens brincantes

Uma coleção duplicada: O Mundo dos Museus.

Num passe de mágica pequenos detalhes de obras,

brincando,

se instalaram em outras obras.

Miró, Seurat, El Greco,

Picasso e Rembrandt,

Goya e Rubens e até Cèzanne!

Emprestaram as suas pinturas

para compor com outras dos mesmos museus.

Com a tesoura foram expandidas

em recortes que penetraram na atmosfera

ou as recriaram.

Um esconde-esconde que acolheu boas noites

em cuidadosas perseguições...

Mirian Celeste Martins (janeiro, 2016-2017)

MCMartins. "Miró expandido"
MCMartins. "Miró expandido"

press to zoom
Miró. Museu da Basileia
Miró. Museu da Basileia

press to zoom
Picasso. Museu de Chicago
Picasso. Museu de Chicago

press to zoom
MCMartins. "Miró expandido"
MCMartins. "Miró expandido"

press to zoom
1/16
e-mail.png